Como procurar um cão perdido?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Como procurar um cão perdido?

Mensagem por Déboora em Dom Jan 10, 2010 8:52 pm

Normalmente, os animais fogem ao tédio ou à solidão; para responder aos seus instintos sexuais caso não estejam esterilizados; em resposta a eventos repentinos e inesperados que os assustam; por curiosidade pelo mundo exterior; por janelas ou portões terem sido deixados abertos; ou, se estiverem numa nova casa, à procura do ambiente circundante anterior.

Com as sugestões abaixo, pretendemos oferecer-lhe algumas linhas de orientação na busca do seu cão. As primeiras 12 horas após um desaparecimento são vitais, pelo que é essencial rapidez de acção. Esperamos que estas indicações o ajudem.

-->Percorra as proximidades do local de desaparecimento! Percorra a pé ou de bicicleta as proximidades do local de desaparecimento. Pergunte aos moradores locais e a outras pessoas que frequentem habitualmente a zona (carteiros, funcionários de recolha de lixo) se viram o seu cão. De preferência, leve consigo um familiar ou amigo. Se tiver outro cão e ambos os animais se derem bem, se tal for viável, leve-o consigo nas suas caminhadas. Fale com todas as pessoas que encontrar e tente envolver as crianças da vizinhança na procura (as crianças podem ser óptimas a encontrar animais).


-->Faça barulho! Os animais podem ouvi-lo a grandes distâncias. Chame continuamente o nome do seu cão. Se ele tiver um brinquedo com gizo/apito, leve-o consigo e utilize-o para fazer ruídos familiares. Leve também consigo uma caixa dos biscoitos favoritos do seu cão e abane-a alto e bom som enquanto chama o nome do seu cão. Faça outros barulhos que lhe sejam familiares. No entanto, é importante parar regularmente, manter silêncio e ouvir se o seu cão faz algum barulho em resposta. Os vizinhos/transeuntes irão pensar que é maluco, mas estamos a falar da vida do seu cão!


-->Leve uma lanterna com luz forte, bem como coleira e trela! Além de coleira e trela, mesmo durante o dia, leve consigo uma lanterna para procurar em locais escuros. Um cão assustado ou magoado poderá esconder-se em locais escuros e não irá ter consigo. Além de procurar em locais escuros, procure também em valetas, barracões, aterros, contentores, garagens, casas devolutas ou em construção, debaixo de carros, etc.


-->Elabore folhetos com fotografia! No folheto, além de uma fotografia (de preferência de corpo inteiro), inclua o sexo do seu cão, a idade, o porte, a raça, a cor, outras marcas características e, claro, o seu contacto. Tenha o cuidado de inserir informações que possam ajudar terceiros na eventualidade de avistarem o seu cão. Por exemplo, indique se o seu cão é sociável ou se, pelo contrário, dificilmente se deixará apanhar (sendo por isso aconselhável evitar qualquer tentativa para o agarrar). No entanto, ao descrever o seu cão, oculte uma ou duas características identificadoras. No caso de alguém o informar de que encontrou o seu cão, peça a essa pessoa que o descreva com exactidão (esta medida é essencial para evitar fraudes). O recurso Encontra-me.org disponibiliza folhetos aperfeiçoados a partir da página de cada anúncio, os quais permitem que qualquer pessoa interessada em ajudar possa retirar uma tira com o n.º de telefone, aumentando-se assim as pessoas "envolvidas" na procura. É conveniente que os autores dos folhetos facilitem esta tarefa dando pequenos cortes com a tesoura ao longo do tracejado.



-->Afixe e distribua os folhetos! À medida que for procurando o seu cão, vá afixando e distribuindo folhetos. É extremamente importante afixar muitos folhetos no raio de, pelo menos, um quilómetro e meio do local de desaparecimento. À medida que os dias forem passando, esse raio deverá ser aumentado. Peça para colocar um folheto em padarias, mercearias, cafés, clínicas veterinárias, supermercados, bombas de gasolina, farmácias, ruas movimentadas e noutros locais estratégicos. Examine os folhetos frequentemente e substitua os que tiverem sido retirados ou danificados (infelizmente, muitos folhetos desaparecem em menos de 24 horas). É também aconselhável distribuir um folheto a carteiros, taxistas e motoristas de autocarro, pois estes percorrem as cidades diariamente.


-->Prepare um "tapete de boas-vindas"! Se tal for viável, coloque artigos com odor forte à porta/janela de casa para atrair o seu cão, tais como peças de roupa suja. Peúgas suadas e fatos de treino são atractivos excelentes. Se possível, coloque também no exterior o "ninho" e os brinquedos preferidos do seu cão. Deixe o portão aberto, se daí não advier perigo.


-->Regresse ao local de desaparecimento! Se o seu cão tiver desaparecido longe de casa, volte com frequência ao local em que desapareceu. Após algum tempo, há cães que regressam ao local onde se perderam, pois esse local é a sua última referência.


-->Notifique as clínicas veterinárias! Telefone para as clínicas veterinárias da sua zona para saber se o seu cão terá sido recebido para tratamento ou verificação de existência de microchip. Deixe um folheto com fotografia nas clínicas veterinárias de todo o concelho e, com o passar do tempo, dos concelhos adjacentes (pesquise os contactos no site das Páginas Amarelas:http://www.pai.pt/). Se o seu cão tiver microchip, notifique a entidade da base de dados pertinente: SIRA (213 430 661) ou SICAFE (213 239 763). Certifique-se de que as informações de contacto estão actualizadas.


-->Desloque-se aos canis municipais! Visite regularmente os canis municipais mais próximos. Não basta telefonar, tem de ir ver por si próprio. Lembre-se de que a sua descrição do seu cão e a descrição de outras pessoas nem sempre coincide. Por outro lado, infelizmente, há funcionários pouco sensíveis e pouco cooperantes que se apressam a informar (incorrectamente) que não existe no canil nenhum animal com as características indicadas. Ligando para os contactos gerais das câmaras municipais, poderá obter a localização dos respectivos canis. Se o seu cão não estiver no canil municipal, informe-se sobre quanto tempo cada canil mantém os animais antes de os colocar para adopção ou de os abater. Por lei, os canis municipais devem aguardar 8 dias antes de abater um animal, mas este prazo mínimo nem sempre é respeitado. Peça a ajuda de amigos ou familiares para visitarem os canis à vez.



-->Contacte as associações de protecção mais próximas! Informe-se sobre quais as associações de protecção aos animais da sua zona e notifique-as (veja aqui uma lista de associações a actuar em Portugal). Se tiver adoptado o seu cão numa associação, informe-a o quanto antes acerca do desaparecimento, para que os voluntários da associação também possam ajudar na procura.


-->Notifique a polícia se achar que o seu animal foi raptado! Apresente uma "queixa-crime por furto" na esquadra mais próxima, para que o caso siga para o Ministério Público. Terá de assinar a queixa e receber uma cópia da mesma. Se a polícia se recusar a aceitar a queixa, exija o livro de reclamações.


-->Contacte equipas de estrada! Descubra se o seu cão foi morto na estrada. Trata-se de uma tarefa triste, mas necessária. Caso contrário, poderá nunca saber o que aconteceu ao seu cão. Entre diariamente em contacto com as equipas que recolhem animais das ruas e estradas. Poderá utilizar o número azul 808 21 00 00 (Linha Azul - Estradas) para que lhe indiquem como poderá obter informações. No endereço que se segue, poderá encontrar os contactos das Direcções de Estradas de todos os distritos: www.estradasdeportugal.pt/informacoes/contactos.asp (sugerimos que tente entrar em contacto com a Direcção de Estradas do seu distrito e dos distritos adjacentes).


-->Publicite o desaparecimento! Se possível, anuncie também o desaparecimento do seu cão em jornais e estações de rádio locais. Coloque um anúncio na edição de domingo, bem como durante a semana.

-->Tenha cuidado com pessoas mal-intencionadas e fraudes! Infelizmente, existem pessoas que se tentam aproveitar de situações de animais perdidos. Evite encontrar-se sozinho com alguém que afirme ter encontrado o seu animal. Leve um ou dois amigos consigo e marque um encontro num local público. Da mesma forma, evite andar sozinho à procura do seu animal, particularmente em locais que não lhe sejam familiares. Não convide ninguém para entrar em sua casa, a menos que conheça bem essa pessoa. Quando falar com um desconhecido que afirme ter encontrado o seu animal, peça-lhe que descreva o animal com exactidão antes de lhe fornecer qualquer outra informação. Se o desconhecido não incluir a característica identificadora que ocultou nos anúncios, é provável que afinal não tenha o seu animal. Tenha cuidado redobrado com pessoas que insistam em receber antecipadamente dinheiro pela devolução do seu animal ou por eventuais despesas veterinárias. A tentativa de fraude à custa de animais perdidos é um perigo real.


-->Não desista! Há casos de cães que andaram desaparecidos durante meses e que acabaram por ser encontrados. Proceda a uma afixação regular de folhetos e contacte regularmente as clínicas veterinárias do distrito do local de desaparecimento (e, eventualmente, distritos adjacentes). Na eventualidade de o seu cão ter sido recolhido por alguém, as probabilidades de ir a uma clínica veterinária são altas. Por outro lado, quem sabe se a divulgação não chega a alguém que possa ajudar e que não tivesse tido conhecimento do sucedido aquando de divulgações anteriores?


Depois de encontrar o seu cão, deverá recolher os folhetos que afixou e informar as pessoas que o auxiliaram, inclusive clínicas veterinárias e canis municipais.

________________________________________

http://www.encontra-me.org/procurar/cao/


Última edição por Admin em Dom Jan 10, 2010 9:26 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Déboora
Rafeiro Admin
Rafeiro Admin

Feminino Mensagens : 7279
Pontos : 16898
Reputação : 58
Data de inscrição : 30/07/2009
Idade : 20
Localização : Lisboa
Emprego/lazer : Estudante ;)

http://www.rafeiros-s-o-s.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Como procurar um cão perdido?

Mensagem por marta em Dom Jan 10, 2010 9:08 pm

avatar
marta
Rafeiro Campeão
Rafeiro Campeão

Feminino Mensagens : 1416
Pontos : 5782
Reputação : 7
Data de inscrição : 31/08/2009
Idade : 25
Localização : porto
Emprego/lazer : estudante

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum